O SINPOSPETRO Niterói e Região , diante da responsabilidade de representar a categoria de trabalhadores em postos de combustíveis e lojas de conveniência, vem ressaltar a importância da vacinação contra a Covid-19. Diante de um quadro de pandemia que já matou no país mais de 500 mil pessoas, com os trabalhadores em postos sendo a categoria com maior número de registros, há uma grande necessidade de imunização. Todas as vacinas disponíveis no país foram regulamentadas e homologadas pela Anvisa e as Prefeituras estão disponibilizando os imunizantes, VACINE-SE!

Segundo o presidente do sindicato, Alex Silva, “os trabalhadores estão expostos dia-a-dia nos estabelecimentos e precisam se imunizar para não contaminar a família, os colegas de trabalho e também os clientes. Devemos todos tomar as precauções, como o uso de máscaras, álcool em gel, distanciamento social e agora as vacinas que estão à disposição, além dos EPIs. Isso é cidadania.”

Ainda não há um consenso sobre a obrigatoriedade da vacinação e sim argumentos favoráveis e contrários sobre o assunto. Para o Ministério Público do Trabalho, a vacina é tanto um direito como um dever de empregados e empregadores. O órgão aponta que cabe ao empregador adotar a imunização como medida de proteção coletiva, e também esclarecer os trabalhadores sobre a importância da vacinação e as consequências jurídicas da recusa injustificada de se vacinar.

STF definiu pela obrigatoriedade

Por 10 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou, em dezembro do último ano, a obrigatoridade da vacina contra a Covid-19 no país. Vetando que a imunização ocorra por meio da força ou de constrangimento aos cidadãos, os ministros definiram que quem se recusar a receber as doses está sujeito a punições. O debate sobre o parecer da Corte levanta uma série de polêmicas. Em meio à série de questionamentos, destaca-se a pergunta: As empresas podem exigir que os funcionários se imunizem contra a Covid-19?

Nos Estados Unidos, pelo menos 117 funcionários do Hospital Metodista de Houston, localizado no Texas, entraram na Justiça contra a instituição após serem demitidos por se recusarem a tomar vacinas contra a Covid-19. A instituição de saúde privada tinha exigido que todos os trabalhadores completassem a imunização até o dia 7 de junho. Alguns desses funcionários tiveram os empregos poupados ao justificarem que evitavam o medicamento por razões religiosas ou precisaram adiar a imunização por motivos como gravidez e outros problemas de saúde. No entanto, 153 foram demitidos após a suspensão.

Se o colaborador se recusar a ser vacinado, ele pode ser demitido?

Em tese sim!

O colaborador não vacinado pode colocar em risco os outros trabalhadores.

Diante disto, o empregador pode afirmar que aqueles que se recusarem estão colocando os demais em perigo e demiti-los, sobretudo se a empresa incluir em seu regulamento regras e protocolos contra a propagação da Covid-19.

Publicidade
Agência_Digital_Hype_Comunicação

Outras vacinas

Muita gente não sabe que depois das vacinas obrigatórias da infância existem vacinas para adultos que podem evitar doenças sérias, como a Herpes Zóster e o HPV, que com a idade mais avançada podem se apresentar de forma severa

Você está com a carteirinha de vacinação de adulto em dia e conhece as vacinas indicadas depois dos 15 anos? E sua carteirinha, por onde anda, esquecida em alguma gaveta? Com a pandemia da Covid 19, cada vez mais será necessário apresentar a carteirinha de vacinação, especialmente para quem viaja internacionalmente, sendo que algumas vacinas já são exigidas dependendo do país de destino.

OMS discute forma de comprovação de vacinação de contra Covid-19 para viajantes

O entendimento de que vacina faz parte do universo infantil e que só são obrigatórias em apenas algumas viagens são as justificativas mais utilizadas por adultos sobre o desconhecimento de vacinas existentes e que podem prevenir certas doenças.

Em tempos de pandemia, a importância das vacinas foi evidenciada no combate mundial ao coronavírus, a OMS já se discute até uma forma de comprovação de vacinação contra Covid-19 para viajantes. Entretanto, outros problemas de saúde que já possuem imunizantes fáceis de encontrar, inclusive na rede pública, nem sempre são conhecidos, o que poderia evitar algumas doenças ou mesmo surtos.

oms-discute-forma-de-comprovação-e-covid-para-viajantes

Dessa forma, as vacinas são fundamentais na prevenção de doenças, não pertencendo somente ao universo infantil, mas a um pacto coletivo para a proteção da sociedade. Para os adultos, vale destacar que as clínicas particulares oferecem todas as vacinas recomendadas às respectivas faixas etárias pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

Trabalhador, VACINE-SE!

Com informações: STF, MTP, Jovem Pan e Migalhas

Veja o calendário e os locais de vacinação mais próximos em sua cidade

Siga nosso facebook

Compartilhe Este Post

Facebook
Twitter
WhatsApp

Compartilhe Este Post

Facebook
Twitter
WhatsApp

Últimos Posts

Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo, de Óleo, Lava Rápido e Loja de Conveniência de Niterói e Região

Endereço: Avenida Ernani do Amaral Peixoto , Nº 458, Sala 1002 – Centro – Niterói | RJ

Contatos: (21) 2719-9906 | (21) 96426-3572

Endereço: Rua Teresa, Nº 608, Sala 161 – Alto da Serra – Petrópolis | RJ

Contatos: (24) 2231-4899 | (24) 99911-2307

Endereço: Avenida Ernani do Amaral Peixoto , Nº 458, Sala 1002 – Centro – Niterói | RJ

Contatos: (21) 2719-9906 | (21) 96426-3572

Endereço: Rua Teresa, Nº 608, Sala 161 – Alto da Serra – Petrópolis | RJ

Contatos: (24) 2231-4899 | (24) 99911-2307